Brasil

17.09.2013 | Indústria

Com Inovar-Auto, investimento do setor automotivo chega a R$ 7,3 bilhões

Em audiência com a presidenta Dilma Rousseff, na manhã de hoje, em Brasília, o presidente mundial da Audi, Rupert Sadler, anunciou o investimento de R$ 500 milhões da montadora alemã para retomar a produção de carros no Brasil. A montadora alemã é a nona empresa estrangeira a anunciar a instalação de fábrica no Brasil desde janeiro, quando entrou em vigor o Inovar-Auto, regime automotivo que a redução de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) até 2017 para empresas que fabricarem carros no Brasil. Com isso, o total de investimentos anunciados desde o lançamento do novo regime automotivo sobe para R$ 7,3 bilhões. A empresa vai produzir dois modelos de luxo em São José dos Pinhais (PR), na Região Metropolitana de Curitiba.

Para o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, “a fabricação de carros premium no Brasil, com mais tecnologia embarcada, permite a absorção dessa tecnologia pela indústria brasileira”. Pimentel, que participou da audiência no Palácio do Planalto, disse ainda que os sucessivos anúncios de investimento pelas montadoras estrangeiras comprovam o acerto do Inovar-Auto. “O regime automotivo mostrou que não tínhamos uma indústria automotivo à altura do nosso mercado, o quarto maior do mundo”, disse.

Em entrevista logo após o anúncio, o presidente da Audi disse acreditar num crescimento de 170% no mercado de carros de luxo do Brasil até 2020 em razão do aumento da renda. Segundo ele, a decisão de investir no país foi altamente influenciada pelo Inovar-Auto.

Além da Audi, outras duas alemãs, BMW e a Mercedes-Benz, já anunciaram sua instalação no Brasil para produzir carros de luxo no Brasil. Outras sete empresas estão investindo em fábricas no Brasil por causa do Inovar-Auto: as japonesas Nissan e Mitsubishi, as chinesas JAC Motors e Chery, a Caoa e, no grupo de caminhões pesados, DAF Caminhões e Metro-Schacman. 

» Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MDIC